Carlezzo Advogados

Notícias

16/08/2019

Por dívida, lateral denuncia Cruzeiro à APFut e pede exclusão do Profut

Por Igor Siqueira, jornal O Globo

 

O Cruzeiro virou alvo de um pedido de exclusão do Profut, o parcelamento dado aos clubes para amortizar as dívidas com a União. O clube foi denunciado nesta quinta-feira pelo lateral-esquerdo Eugenio Mena à Autoridade Pública de Governança do Futebol (APFut) por causa de uma dívida.

Mena cobra o pagamento referente à rescisão contratual, na casa de R$ 876 mil. O montante é derivado de uma ação na Justiça do Trabalho, que resultou em um acordo. Mas o Cruzeiro, segundo o atleta, não honrou o compromisso.

Além desse montante, o documento enviado à APFut cita que o Cruzeiro "também não honrou com o pagamento de outras verbas devidas", como 2,1 milhões de euros referentes ao termo de ajuste e confissão de dívida, assinado pelas partes em novembro de 2017. O pagamento seria feito em 20 parcelas. Até agora, 18 venceram e não foram cumpridas.

- Os instrumentos normativos preveem a possibilidade de denúncia. Estamos fazendo algo coberto por portarias e pela lei - citou o advogado Eduardo Carlezzo, que representa o jogador e acrescenta que o cumprimento dos compromissos trabalhistas é exigência para que os clubes permaneçam no Profut.

Segundo informou o jornalista Rodrigo Mattos, do UOL, Mena também é autor de um processo contra o Cruzeiro na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), da CBF. Nessa esfera, o lateral cobra R$ 10 milhões e pede que o clube seja impedido de registrar novos atletas.

A APFut passa por um processo de transição. Não há presidente no momento, já que o governo não repôs a saída de Luiz André Figueiredo Mello, exonerado em julho. A posição institucional é que a nova diretoria está sendo montada. Inclusive, o coordenador-geral de Fiscalização e Controle, Gilson Lemos, já foi nomeado.

Em levantamento recente, a APFut tinha excluído 55 clubes do Profut, nenhum deles da Série A do Brasileirão.

https://oglobo.globo.com/esportes/por-divida-lateral-denuncia-cruzeiro-apfut-pede-exclusao-do-profut-23880527

« voltar